EM BUSCA do
TEMPO GELADO

Paleontólogos brasileiros enfrentam 43 dias de acampamento no frio e retornam com três toneladas de fósseis para entender o passado da região antártica