Viviane Albuquerque | Histórias de vítimas do novo coronavírus - Equilíbrio e saúde - Folha de S.Paulo

Aqueles que perdemos

Viviane Albuquerque

Fisioterapeuta grávida saudável e bastante ativa na prática de exercícios físicos

  • Compartilhamento Especial

    Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha

foto de Viviane Albuquerque

Viviane Albuquerque, 33

fisioterapeuta

faleceu em 5.abr.2020

Saudável e bastante ativa na prática de exercícios físicos, a fisioterapeuta Viviane Albuquerque, 33, grávida de 31 semanas, morreu no domingo (5), no Recife. O bebê, um menino, está internado com quadro de saúde grave na UTI de um hospital particular da capital pernambucana, mas já respira sem aparelhos e responde a alguns estímulos. Ao perceberem o agravamento do quadro da paciente, os médicos resolveram fazer uma cesariana de emergência no dia 4 de abril para que Viviane pudesse receber medicações sem que houvesse riscos para a criança. Relatos de amigos e familiares apontam que Viviane não tinha comorbidades. Ela também não apresentou qualquer tipo de problema durante a gravidez. Em fevereiro, nas redes sociais, escreveu sobre a importância de exercícios físicos durante a gestação. "É um momento sublime, onde estou tendo o prazer de compartilhar com vocês dicas de alimentação e treinos." No dia 24 de março, postou uma imagem de Jesus amparando uma grávida. "Tudo isso vai passar", disse, em referência à pandemia de coronavírus. Uma dia depois, publicou uma foto onde exibia a gravidez. "30 semanas com muito amor", escreveu. Nesse mesmo dia, começou a sentir febre. No dia 28, um sábado, os sintomas ficaram mais fortes e ela sentiu falta de ar. Foi levada imediatamente pelo namorado ao hospital. Mãe de duas meninas gêmeas de cinco anos, fruto de um casamento anterior, Viviane trabalhou até o mês de março. Atuava como orientadora de estudantes de fisioterapia numa clínica-escola de uma universidade particular do Recife. "Vivi era uma mulher tão saudável, alegre, simpática, cheia de vida que ainda não entra na minha cabeça que ela está morta. Triste demais", disse uma amiga.