NOTAS DE RISCO

Escala de ratings globais das agências
Clique nas caixa pretas para entender cada taxa

Como a Fitch atribui notas de crédito

AAA: mais alta qualidade de crédito, considerado improvável que seja afetada por eventos previsíveis. Reflete a menor expectativa de risco de inadimplência e é atribuído em casos de excepcional capacidade de pagamento.

AA: expectativa muito baixa de risco de inadimplência, considerado não significativamente vulnerável a eventos previsíveis. Capacidade muito elevada de pagamento

A: qualidade de crédito alta e baixa expectativa de risco de inadimplência. Capacidade de pagamento pode ser mais vulnerável a alterações nos negócios ou na economia, mas ainda é considerada forte

BBB: boa qualidade de crédito. No momento, existe baixa expectativa de risco de inadimplência. A capacidade de pagamento é considerada adequada, mas mudanças adversas nos negócios e na economia podem limitar essa capacidade

BB: especulativo. Há risco de inadimplência mais elevado, particularmente por mudanças adversas nos negócios e na economia ao longo do tempo. No entanto, há alternativas financeiras ou de negócios para honrar compromissos

B: altamente especulativo. Há significativo risco de inadimplência, mas ainda com uma limitada margem de segurança. Os compromissos estão sendo honrados, mas a capacidade de seguir em dia é vulnerável à deterioração nos ambientes de negócios e econômico

CCC: risco de crédito substancial. A inadimplência é uma possibilidade real

CC: risco de crédito muito alto. Algum tipo de inadimplência é provável

C: risco de crédito excepcionalmente alto. A inadimplência é iminente ou inevitável, ou o emissor está sem alternativas. As condições que levam o rating de um emissor para a categoria `C' incluem:

a) período de carência ou de cura após o não pagamento de uma obrigação financeira
b) emissor negocia ªperdãoº temporário ou acordo após a inadimplência
c) `RD' ou `D' iminente ou inevitável, incluindo o anúncio formal de uma troca de dívida coercitiva

RD:
inadimplência restrita. Emissor está inadimplente no pagamento de uma dívida, mas não entrou legalmente em processo de recuperação judicial, intervenção administrativa, liquidação ou encerramento formal ou que não encerrou suas atividades. A categoria `RD' inclui:
a) inadimplência seletiva no pagamento de uma classe específica ou dívida em determinada moeda
b) expiração, sem sucesso, de uma eventual carência, período de cura ou tolerância dos credores da inadimplência após suspensão de um pagamento de dívida bancária, títulos no mercado de capital ou outra importante obrigação financeira
c) extensão de múltiplos perdões ou período de tolerância após a inadimplência em um pagamento de uma ou mais importante obrigação financeira, em série ou em paralelo
d) execução de uma troca de dívida coercitiva de uma ou mais obrigações financeiras

D: inadimplência
Ratings `D' indicam que um emissor entrou com pedido de recuperação judicial, intervenção administrativa, liquidação ou processo de encerramento formal ou que encerrou suas atividades

Como a Moody's atribui notas de crédito

AAA: são consideradas da mais alta qualidade, sujeitas ao nível mais baixo de risco de crédito

AA: são consideradas de alta qualidade e estão sujeitas a um risco de crédito muito baixo

A: são consideradas de grau superior médio e estão sujeitas a baixo risco de crédito

Baa: são consideradas de médio grau e estão sujeitas ao risco de crédito moderado e, por isso, podem apresentar certas características especulativas

Ba: especulativo. Há risco de inadimplência mais elevado, particularmente por mudanças adversas nos negócios e na economia ao longo do tempo. No entanto, há alternativas financeiras ou de negócios para honrar compromissos

B: são consideradas especulativas e estão sujeitas a elevado risco de crédito

Caa: são consideradas especulativas de baixo resultado e estão sujeitas a risco de crédito muito elevado

Ca: são altamente especulativas, têm baixos resultados, com alguma perspectiva de recuperação do principal e juros

C: são consideradas as classificação mais baixa e apresentam poucas perspectivas de recuperação do principal ou juros

A Moody's acrescenta modificadores 1, 2, e 3 a cada rating genérico de Aa até Caa. O modificador 1 se classifica na mais alta posição dentro de sua categoria genérica de rating; o modificador 2 indica uma posição intermediária; e o modificador 3 indica a posição mais baixa em uma categoria genérica de rating.

Como a S&P atribui notas de crédito

AAA: rating mais alto atribuído pela Standard & Poor's. A capacidade do devedor para honrar seus compromissos financeiros é extremamente forte.

AA: difere apenas ligeiramente das obrigações com o rating mais alto. A capacidade do devedor para honrar seus compromissos financeiros é muito forte

A: é mais suscetível aos efeitos adversos de mudanças nas circunstâncias e na economia. No entanto, a capacidade do devedor para honrar seus compromissos ainda é forte

BBB: exibe parâmetros de proteção adequados, mas condições econômicas adversas ou mudanças nas circunstâncias são mais prováveis de levar a um enfraquecimento na capacidade do devedor para honrar seus compromissos

BB: é menos vulnerável ao não pagamento do que outras emissões especulativas. Enfrenta incertezas ou exposição a condições adversas de negócios, financeiras ou econômicas que podem levar o devedor a uma capacidade inadequada para honrar compromissos

B: devedor tem atualmente capacidade para honrar seus compromissos, mas condições adversas de negócios, financeiras ou econômicas provavelmente prejudicariam a capacidade ou a disposição do devedor para pagamento

CCC: está atualmente vulnerável ao não pagamento e dependente de condições favoráveis de negócios, financeiras e econômicas para honrar compromissos. No caso de condições adversas, provavelmente não terá capacidade de pagamento

CC: é altamente vulnerável ao não pagamento. A avaliação `CC' é utilizada quando o default ainda não ocorreu, mas a Standard & Poor's espera que seja praticamente certo, independentemente do tempo previsto para ocorrer

C: é altamente vulnerável ao não pagamento e esperamos que a obrigação apresente senioridade relativa inferior ou recuperação total inferior àquelas das obrigações que possuem rating mais alto

D: está em default no pagamento ou em descumprimento de uma promessa imputada. A categoria é usada quando os pagamentos de uma obrigação não são feitos no vencimento, salvo se agência acreditar que esses pagamentos serão realizados dentro de cinco dias úteis, dentro do período de carência ou em 30 dias. O rating `D' também é utilizado mediante o registro de uma ação de falência ou tomada de ação similar e quando o default de uma obrigação é praticamente certo.

Os ratings de `AA' a `CCC' podem ser modificados pela adição de um sinal de mais (+) ou de menos (-) para mostrar a posição relativa dentro das principais categorias de rating

Fonte: Satandard & Poor`s, a Moody`s e a Fitch Ratings
*Os ratings de `AA' a `CCC' podem ser modificados pela adição de um sinal de mais (+) ou de menos (-) para mostrar a posição relativa dentro das principais categorias de rating