O QUE DIZ A ODEBRECHT

Defesa da empreiteira rebateu acusações contra executivos réus em processo da Lava Jato

Propina na Suíça

A Odebrecht é acusada de ter pago US$ 17,3 milhões a Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Pedro Barusco (foto abaixo), ex-executivos da Petrobras

A resposta da empreiteira: Questão não é mencionada

Propina por obras na Petrobras

A Odebrecht é acusada de ter pago R$ 387,2 milhões a executivos da Petrobras e políticos por seis contratos nas refinarias Abreu e Lima (PE) (foto abaixo), Comperj (RJ) e Repar (PR), além da sede da Petrobras, em Vitória (ES)

A resposta da empreiteira: Defesa não aborda esses pagamentos

Lavagem de dinheiro

A Odebrecht é acusada de ter usado empresas do grupo no exterior para pagar propina, com triangulações em paraísos fiscais para dificultar o rastreamento

A resposta da empreiteira: Não houve crime nas operações

Envolvimento no esquema

O presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht (foto abaixo), é acusado de saber do pagamento de propina e do repasse delas por meio de contas na Suíça

A resposta da empreiteira: A acusação contra Marcelo "não possui base empírica idônea" e "resulta de ideia preconcebida" sobre o executivo

Formação de organização criminosa

Executivos da Odebrecht e de outras empreiteiras são acusados de formar uma "organização criminosa" para praticar crimes e obter vantagens mediante a prática de cartel e de fraude a licitações entre os anos de 2006 e 2014

A resposta da empreiteira: Não há provas que sustentem a acusação. A lei que tipificou esse delito, instituída em setembro de 2013, não pode incidir sobre fatos que ocorreram antes

Pixel tag