‘Aprendi a falar português na prisão, aprendi a cantar lá. Na verdade, acho que lá consegui libertar a minha música, meu canto’, diz sul-africana - Imigrantes de sp

Nduduzo Siba, 31, África do Sul, 15.out.2019

  • Compartilhamento Especial

    Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha