Deltafolha

Barco é o anúncio mais caro do Airbnb no Rio; veja onde estão os imóveis

Folha analisou as 19 mil acomodações disponíveis na capital fluminense

Copacabana é onde você pode encontrar mais opções de aluguéis curtos no Rio. Joá, Maracanã ou Itanhanguá é onde você provavelmente pagará mais pela estadia. Para chegar a essas conclusões, aFolha analisou 19.421 anúncios do Airbnb da capital fluminense disponíveis entre fevereiro e abril de 2019.

A análise permite acompanhar como o serviço se espalhou pela cidade. Algumas curiosidades: o preço alto dos aluguéis no bairro do Maracanã é provavelmente herança da Copa (2014) e das Olimpíadas (2016), que tiveram atrações nessa área; o anúncio mais caro da cidade no período era de um barco, com diária de R$ 40 mil.

Os dados mostram também que os anunciantes com mais imóveis na cidade são empresas, que administram os locais, conforme mostroureportagem daFolha no último dia 24.

Abaixo, conheça como estão distribuídos os quase 20 mil imóveis na plataforma na capital fluminense.

O Rio possui 136 bairros, mas, na plataforma do Airbnb, poucas dessas regiões têm realmente peso: 10 áreas concentram 80% dos anúncios

Entre os 10 bairros com as maiores concentrações de anúncios, apenas Jacarepaguá, Santa Teresa e Tijuca não têm acesso direto à praia

Campeã em número de anúncios, Copacabana tinha, em abril, 6 mil acomodações disponíveis, o que representava 30% do total

O bairro parece ter um custo benefício interessante. É apenas o 25º mais caro, entre os 32 que possuem ao menos 50 anúncios

Em Copacabana, a acomodação custa na faixa de R$ 250 a diária (valor da mediana da região). Na cidade como um todo, o valor mediano é de R$ 314

A Barra da Tijuca é a segunda área com mais acomodações na plataforma (2.269)

Ipanema é o terceiro com a maior concentração (2.242)

Estes são os imóveis administrados por Daniel, o usuário com mais anúncios na cidade (244)

Estes são os imóveis administrados por Mario, o segundo usuário com mais anúncios na cidade (157)

Estes são os imóveis administrados por André, o terceiro usuário com mais anúncios na cidade (118)

Esses três maiores perfis são anunciantes profissionais (administram imóveis de terceiros)

Acompanhando o número de anúncios, os bairros mais caros da cidade tendem a estar próximos à praia

Esse pequeno bairro, entre a famosa zona sul carioca e a Barra da Tijuca, é o mais caro da cidade. No Joá, prepare-se para pagar algo em torno de R$ 2.190 a diária (mediana da região).

À época da coleta dos dados, eram apenas 45 acomodações disponíveis

Maracanã é o segundo bairro mais caro da cidade, com diária na casa dos R$ 910

Itanhanguá é o terceiro bairro mais caro da cidade, com diárias na casa dos R$ 870

Este é o anúncio mais caro disponível à época da coleta dos dados. A diária no barco ancorado custava R$ 40 mil

Este é o segundo anúncio mais caro (R$ 38.700 a diária na época da coleta)

Este é o terceiro anúncio mais caro (R$ 38.700 mil a diária na época da coleta)

Esses três anúncios eram os mais caros na plataforma, mas não tinham nenhuma avaliação de usuários

Esses próximos três imóveis eram os mais caros, com ao menos cinco avaliações (o que indica que eles já foram alugados alguma vez)

Texto e dados: Leonardo Diegues / Design e Desenvolvimento: Rubens Fernando Alencar, Thiago Almeida e Pilker / Coordenação: Kleber Bonjoan e Fábio Takahashi